quinta-feira, 8 de julho de 2010

Ela não! (Contos) Parte 1

Por: Drica Colorida

                                         Ela Não!

Bruna era uma mulher casada, com dois filhos, marido exemplar Vivia com sua família em um bairro calmo e tranquilo. Tinha 35 anos, dona de casa, apesar de ter se formado em letras. Cuidava bem da casa, dos filhos do marido....
Aparentemente, tudo normal, família bonita, nada fora dos padrões. Mas dentro de Bruna havia sentimentos tão profundos que nem ela ousava admitir.
O marido de Bruna, era engenheiro, mal parava em casa. Sempre muito ocupado. E Bruna exelente mãe cuidava de seus filhos pré adolescentes João de 12 anos, e Lucas de 14. 
Bruna tinha medo de si mesma, na adolescencia, nutriu um sentimento de amor, por sua amiga de escola. Mas sempre relutou contra esse sentimento. Não deixou transparescer a ninguém o que sentia. Otempo passou, ela era de família muito tradicional, o que também a impediu de ao menos confessar a si mesma o que ela era e o que sentia. Medo de si, medo da familia, medo de amar.
O tempo passou, Bruna se formou, casou com o primeiro e único namorado que teve, Henrique, filho de amigos de seus pais, fato que contribuiu pra o casamento. Sempre aquelas conversas: "nossos filhos vão se casar um dia"...
E Bruna levando a vida, sempre desejando aquilo que não queria desejar, foi assim na escola, foi assim na faculdade, no trabalho. Casou-se, decidiu não trabalhar mais, achava que dentro de casa, não teria desejos que quisesse ter.
Certo dia, meninos na escola, Bruna foi as compras, no caminho esbarrou numa mulher e suas bolsas caíram no chão, a mulher prontamente a ajudou. E Bruna sentiu seu perfume, aquela linda mulher a atraiu. Mas Bruna disse a si mesma, "não posso não aguento mais isso" e seguiu seu caminho.
Ao chegar em casa, Bruna ligou o computador, usava o pc para procurar receitas culinárias na internet, ouvia tanto falar de orkut, msn, mas nunca havia feito. Então ela fez. Criou seu perfil, fez orkut, fez msn. e começo navegar por comunidades de culinária, em um certo momento, Bruna digitou a palavra "mulher" na busca e começou olha a lista de comunidades que se abria.
Foi quando se deu conta, de que ela queria descobrir sobre o mundo que sempre abafou dentro de si...

Continua............

Artigos Relacionados

1 comentários:

colorisopólis disse...

texto lindo amei!
adoroooo tds as suas postagens!

9 de julho de 2010 17:23

Postar um comentário