terça-feira, 11 de maio de 2010

Contos - E Foi Assim (5)

Dormi tão mal, pensei tanta coisa. Que ela poderia ter ido embora, não gostado de mim, sei lá. Amanheceu, eu nem sai do quarto, minha tia veio me chamar preocupada. Eu queria ficar sozinha! Daqui a pouco a bateram na porta de novo, eu me levantei nervosa, fui abrindo a porta, e "já  disse que quero ficar...." a frase foi interrompida, pela imagem na minha frente, ela. 
"Que você tem amor? tá nervosa?", eu gaguejei... rs, ela entrou fechou a porta e me beijou me encostando contra a parede, e dizendo o quanto sentiu minha falta. Ela disse que teve que sair com o pessoal do sitio e não deu pra vir me ver. Ah que alivio e que felicidade. Fui tomar café, chamei ela pra me acompanhar no café rs, ela aceitou. Depois ela foi cuidar do animal. Então quando acabamos o serviço, saimos, voltamos no meu cantinho na beira do rio. 
Tinha um gramado ali próximo, sentamos ali e ficamos admirando a beleza do lugar! Um silêncio, nos olhamos e não contemos nosso desejo, ela me tocava com intensidade, quando percebemos, estáva-ms fazendo amor, nossas roupas pela grama, nossos corpos eram um. Eu podia sentir a maciez de sua pele, o seu perfume, e sentia os seus gemidos de amor, que me enlouqueciam de desejo. Eu percorria seu corpo com tanto desejo, e ali foi nosso ninho de amor, perdemos a noção do tempo, ela estava ali rendida em meus braços...

Continua.................

 

Artigos Relacionados

0 comentários:

Postar um comentário