sábado, 8 de maio de 2010

Contos - E Foi Assim! (4)

Levei ela lá na beira do rio, no meu cantinho. Sentamos na pedra que ficava todos os dias, era um lugar maravilhoso, o som da natureza, o som da água correndo. Ela me contando coisas da época da facul, de repente, um silêncio, só me lembro de nossos lábios se tocarem docemente, um beijo doce e carinhoso entre nós. Ela me disse que assim que me viu, era o que ela queria, um beijo meu. E eu também né. Amor a primeira vista! 
Ficamos ali namorando naquele lugar, aquele mesmo lugar onde eu sentia minha solidão, me trouxe o amor da minha vida. Mas aquele lugar também era onde eu sentia paz, onde me sentia bem. Nem demos conta da hora, já tava escurecendo, entre papos e carinhos, olhamos pro relógio. Saimos correndo eu na frente e ela tentando me alcançar. E me alcançou rs, nos beijamos novamente, e fomos pra casa! ela me deixou em casa e seguiu pro sítio.
Minha tia já estava super preocupada, mas ficou tudo bem! Dormi tão bem aquela noite, sonhei com ela durante toda a noite. Acordei tão disposta e feliz, ajudando minha tia com um sorriso! 
A vaca se recuperava bem! Pensei que Marcela apareceria pela manhã e nada. A tarde, nada. Anoiteceu e ela não apareceu! Ah que falta fazia um celular! Nem no rio fui aquele dia! Mauricio perguntou " que foi prima? em casa o dia todo, tá doente?". Eu nem sabia o que dizer, pensava nela...

Continua.........


Artigos Relacionados

0 comentários:

Postar um comentário